Entre Rios é cidade de SC com maior proporção de casos de coronavírus por 100 mil habitantes

Prefeitura decretou calamidade pública, com medidas restritivas para tentar conter avanço do vírus. Aumento de casos em aldeia indígena preocupa.

Em 02/06/2020 10:32
Atualizado em 02/06/2020 10:34

Notícia por Rádio Coração

Entre Rios é cidade de SC com maior proporção de casos de coronavírus por 100 mil habitantes

A cidade de Entre Rios, no Oeste catarinense, decretou situação de calamidade pública nesta segunda-feira (1º) por causa do coronavírus. De acordo com os dados divulgados pelo governo do estado, o município tem 86 pacientes com a doença e a maior proporção de Santa Catarina de casos em relação ao número total de habitantes. Dos 86 casos, 28 são em indígenas. Isso preocupa a prefeitura, já que a doença já chegou na aldeia que fica no município.

 

Taxa

 

A população do local é de 3,2 mil, conforme estimativa de 2019 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Segundo os dados do governo divulgados na noite desta segunda, a taxa de pacientes de Covid-19 no município é de 2.685 confirmados para cada 100 mil habitantes.

O segundo lugar é de Concórdia, também no Oeste, que possui taxa de 1.249 confirmados para cada 100 mil habitantes. A cidade é a que tem o maior número de pacientes de coronavírus no estado, com 931 casos. A população estimada de Concórdia é de 74,6 mil moradores.

 

Decreto

 

O decreto publicado determina o fechamento - por 10 dias - de todos os serviços públicos e privados não essenciais, como é o caso do comércio, por exemplo. O documento também proíbe a circulação de veículos do transporte coletivo e dos ônibus fretados para o transporte de trabalhadores de agroindústrias. Os espaços públicos, como parques e praças, serão fechados.

A partir desta segunda, é obrigatório o uso de máscara no município. Quem descumprir será multado em R$ 250. “Tivemos que tomar esta decisão para parar o crescimento do vírus”, resumiu o prefeito de Entre Rios, Jurandi Dell Osbel.

 

Avanço da doença

 

Em 10 de maio, Entre Rios tinha seis casos confirmados de Covid-19. O município registrou a primeira morte pela doença na sexta (29). Em relação aos indígenas, outra preocupação da prefeitura, os pacientes desse grupo representam 32% do total de confirmados de Entre Rios.

Cidade de Entre Rios, SC — Foto: Reprodução/NSC TV

Cidade de Entre Rios, SC — Foto: Reprodução/NSC TV

"Nós temos o agravante que é a aldeia indígena, a gente tem a reserva indígena. Mais ou menos 40% da população do município é indígena. É uma população um pouco mais vulnerável, difícil da gente cuidar", afirmou a secretária da Saúde de Entre Rios, Sônia Belém.

Entre Rios não tem hospital. Os casos que necessitam de internação são encaminhados para o Hospital São Paulo, em Xanxerê, referência no atendimento para os 14 municípios da microrregião do Alto Irani. De acordo com o último boletim, 80% leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) estavam ocupados na segunda. O poder público espera que nos próximos dias os moradores sigam à risca as medidas de segurança do novo decreto para frear a contaminação.

"Estamos aí tentando conscientizar a população, pedir para a população se cuidar, para a população não sair de casa. Para nos ajudar para que esse vírus pare de se espalhar", disse a secretária.

 

Fonte: G1



Tags da postagem