Rádio Coração FM 93.9
Quilombo/SC
Min.
Máx.
Manifestante quebra ovo em Jair Bolsonaro no interior de São Paulo
18/08/2017

 O deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ) foi alvo de ovada de uma manifestante durante caminhada na região central de Ribeirão Preto (SP) nesta quinta-feira (17).

O ato de hostilidade ocorreu na cafeteria Única, no cruzamento das ruas São Sebastião e Álvares Cabral, tradicional ponto de parada de políticos durante campanhas eleitorais na cidade.

Bolsonaro, que é provável candidato à Presidência da República em 2018, fazia selfies e gravava depoimentos para eleitores que o interpelavam quando uma mulher se aproximou do deputado.

A manifestante quebrou um ovo no peito do deputado, que foi imediatamente cercado por assessores e apoiadores. A mulher foi contida por policiais e levada à delegacia para prestar depoimento.

Em vídeos que circulam nas redes sociais, Bolsonaro aparece limpando as marcas deixadas pelo alimento.

O parlamentar também foi à Central de Flagrantes registrar um boletim de ocorrência sobre o episódio, classificado por ele e seus correligionários como um caso de intolerância.

Filho de Bolsonaro, o também deputado Eduardo Bolsonaro (PSC-SP) disse em sua página numa rede social que o pai foi vítima de uma militante do PC do B.

"Você não é bem aceito", gritava a mulher que o atingiu com o ovo, ainda não identificada até a conclusão desta edição e que estava acompanhada de um sindicalista.

O político, depois, foi para o Centro de Convenções de Ribeirão, também no centro da cidade, onde era aguardado por cerca de 600 pessoas para uma palestra e foi anunciado como "nosso presidenciável" pelo mestre de cerimônias.

Na entrada, duas jovens distribuíam adesivos com a inscrição Patriotas 51, em referência ao novo nome do PEN, sigla pelo qual Bolsonaro deve se lançar candidato.

O local estava lotado, com cerca de metade do público formada por estudantes.

Ao chegar, o parlamentar foi saudado pelos presentes com os gritos de "mito" e "queremos Bolsonaro presidente do Brasil".

No discurso, o deputado disse ter compromisso com o Brasil e que saiu de uma possível zona de conforto na Câmara para "buscar ser uma alternativa para o futuro".

Sobre o episódio da ovada, afirmou que estava muito longe de todas as manifestações favoráveis que viu desde a manhã em Ribeirão e que deu o caso por encerrado ao registrar o boletim de ocorrência.

AGENDA

Antes, Bolsonaro esteve em empresas de comunicação da cidade concedendo entrevistas. O político ficará na cidade até a manhã desta sexta-feira (18).

Após desembarcar no aeroporto Leite Lopes, às 10h45 desta quinta, subiu na caçamba de um veículo e discursou por cerca de dez minutos para as pessoas ali presentes, que o receberam aos gritos de "mito".

No discurso, disse que pode ser chamado de qualquer coisa, "menos de corrupto".

DORIA

O prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), também foi recebido com uma "chuva de ovos" na semana passada, em Salvador, em um protesto organizado por movimentos de esquerda. Ele viajou à Bahia para receber título de cidadão soteropolitano.

Antes do evento, o tucano se reuniu com o prefeito ACM Neto (DEM) na Prefeitura de Salvador. Depois, atravessaram a rua até a Câmara de Vereadores, localizada no centro histórico da capital, quando foram alvos do ataque.

Os seguranças da prefeitura sabiam que haveria um protesto com ovos e prepararam guarda-chuvas para evitar a alvejada. Porém tanto Doria como Neto foram atingidos. O tucano criticou a "intolerância do PT e dos partidos de esquerda".

 

Fonte: MARCELO TOLEDO RIBEIRÃO PRETO, SP (FOLHAPRESS)
Super Sequência - Tiago
14:00 as 17:00
Publicidade
Peça a sua música!
Envie seu Pedido Musical preenchendo todos os dados abaixo:
Atendimento
Avenida Primo Alberto Bodanese, 608 - Quilombo/SC
Ligue agora
(49) 3346-3308
Horário de atendimento
Comercial