Rádio Coração FM 93.9
Quilombo/SC
Min.
Máx.
PT ataca mercado financeiro ao lançar pré-candidatura de Lula
11/06/2018

Líderes do PT criticaram o mercado durante o evento de lançamento da pré-candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O ato ocorreu na sexta-feira, 8, em Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte. "O mercado está assustado. Fizeram mil pesquisas, a Bolsa caiu e o dólar subiu porque eles descobriram que vão perder a eleição. Eles nem têm candidato", disse o líder do PT no Senado, Lindbergh Farias (RJ). O senador defendeu que 100% da Petrobras seja estatal. Para ele, abrir o capital da estatal em 1997 foi um erro. O governador da Bahia, Rui Costa (PT), disse que Lula é o maior medo do mercado financeiro, mas que a eleição do ex-presidente representaria crescimento econômico, geração de empregos e lucro para as empresas. A Lei da Ficha Limpa barra candidatos como Lula, condenado e preso. Mesmo assim, o partido afirma que registrará a candidatura na Justiça Eleitoral, no dia 15 de agosto. 

O partido definiu também a estratégia de política de alianças com PSB, PCdoB e outros partidos. Em texto publicado neste sábado, 9, o partido apresentou sua intenção. "Construir uma coligação nacional para apoiar a candidatura Lula com PSB, PCdoB e outros partidos que venham a assumir este apoio", diz o partido. Segundo o PT, essa construção passa pela indicação do candidato a vice-presidente em entendimento com os partidos aliados. Em relação às eleições estaduais, o partido afirma que deve construir palanques com partidos de centro-esquerda.

O encontro do PT em Minas serviu para declarar apoio à reeleição do governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel, e apoiar o lançamento de uma candidatura da ex-presidente Dilma Rousseff ao Senado. No evento, líderes petistas afastaram a possibilidade de uma aliança com outros partidos de esquerda que não considerem a candidatura de Lula como única possibilidade. "Quem tiver alguma dúvida, tire seu cavalinho da chuva. O PT vai ter candidato e o candidato é Lula", disse Humberto Costa, o líder da minoria no Senado. No evento, foram distribuídas ao público máscaras com o rosto de Lula. O PT divulgou um manifesto assinado pelo ex-presidente. "Vou me preparando, com fé em Deus e muita confiança, para o dia do reencontro com o querido povo brasileiro. Esse reencontro só não ocorrerá se a vida me faltar", diz o texto. 

 

Fonte: Época Negócios
Bailão 93 - Claudemir
20:00 as 24:00
Publicidade
Peça a sua música!
Envie seu Pedido Musical preenchendo todos os dados abaixo:
Atendimento
Avenida Primo Alberto Bodanese, 608 - Quilombo/SC
Ligue agora
(49) 3346-3308
Horário de atendimento
Comercial